Image Map

domingo, 22 de junho de 2014

Retorno para Macapá!



 Por: Carla Thaís

                                                                                                    Na manhã deste domingo os acadêmicos da Universidade Federal do Amapá se despedem do município de Laranjal do Jari! Foram 4 dias de esforço e dedicação em prol do conhecimento, do trabalho em equipe e da força de vontade e, estar no Jari, foi realmente um honra. Uma longa jornada regada a inúmeros desafios, estradas esburacadas, atoleiro, poeira, muito calor e coragem para enfrentar 265 km.


Foto: Paulo Zab

Apesar das dificuldades enfrentadas, os resultados foram satisfatórios! Chegar no município e poder repassar a educação para outras pessoas é algo inexplicável! Além disso, ver o retorno do trabalho através de sorrisos e agradecimentos é o melhor presente que o Projeto de Extensão pode levar nas malas e com certeza uma motivação para os que fizeram acontecer.

 
Foto: Paulo Zab

Foto: Paulo Zab


O Programa SEAR agradece a todos os acadêmicos dos cursos de Secretariado Executivo, Jornalismo, Enfermagem, História, Pedagogia, Educação Física e Ciências Sociais, ao Coordenador Geral Prof. Luizel Simões, aos diretores do IFAP pela atenção prestada durante todo o evento e por disponibilizarem o Instituto para a realização da 5º Edição e, é claro, as "tias" serventes que preparam nossas deliciosas refeições durante nossa estada.


Foto: Caroline Sampaio
Foto: Paulo Zab


Foto: Paulo Zab




O SEAR deixa um ‘‘até logo’’ com a certeza de um breve retorno. 



E você? Participou do SEAR? Conta pra gente!





2 Comments:

geane cardoso said...

O projeto SEAR congrega, em minha analise, uma via de mão dupla que enriquece de um lado nossa formação acadêmica/profissional colocando-nos de frente com a realidade e de outro torna possível à comunidade contemplada um conjunto de benefícios que infelizmente a maioria das vezes inexiste. Como na última reunião em uma fala de professor Simões, o mesmo afirmou que pegamos o projeto pronto, eu como uma simples amiga do projeto reconheço tal afirmação, lê-se bem amiga, e apesar de não adentrar especificamente nos trabalhos que antecedem cada edição, tenho certeza que a coordenação do programa já alimenta vidas, sim as suas próprias vidas desde muitos antes, uma vez que eu me reconstruo a cada projeto, tenho certeza que quem está à frente se reconstrói mais ainda, considero que programas como esse deveriam ser regras dentro de qualquer Universidade que preze por uma educação de qualidade intra e extramuros. Apesar da temática ao qual estava inserida não ter acontecido nesta edição, à pesquisa de campo como na edição anterior, sempre me proporciona um crescimento singular, eu apoio o SEAR Dados, rs. Declaro minha satisfação em ter feito parte de mais uma edição deste projeto e parabenizo a todos aqueles que fazem a gestação de cada edição. Sem mais delongas, essa é minha visão desde o primeiro encontro com o projeto na edição que aconteceu na comunidade de Gurupora em Cutias.

SEAR News said...

Obrigada, Geane Cardoso. A edição não seria possível sem a colaboração de pessoas proativas como você, que demostrou o trabalho voluntário sem se importar com as dificuldades que todos nos presenciamos. O SEAR agradece sua participação e está sendo trabalhado a possível ativação do SEAR Dados nas próximas edições! Abraço.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Contribua em nossos artigos com sua opinião, crítica ou sugestão. Este site não aceita comentários de anônimos. Lembrando que os comentários são moderados. Obrigada!

 
© Site do Pro-SEAR - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: L.S.d.B..
imagem-logo