Image Map

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Entrevista com seariano Bacury

Por: Aline Paiva

   
Voluntário do Programa SEAR
Jonata Bacury
Jonata Bacury, ou somente Bacury (como gosta de ser chamado), 24 anos, acadêmico do penúltimo semestre de Secretariado Executivo, da Universidade Federal do Amapá, Unifap, registrado, pelo Pro-SEAR, como coordenador do SEAR News, ou seja, em tese, nosso líder mais próximo. Ele é um dos poucos alunos que participou de todas as edições do SEAR Master, desde quando fora executado em Lourenço, até a última ocorrente em Cutias do Araguari, distrito de Guropora.

Bacury, em meio ao desafio da construção e defesa do seu TCC, conseguiu um tempo em sua agenda para conceder esta entrevista, exclusiva, ao Blog do SEAR News. Ele fala sobre a importância e as experiências vivenciadas durante a execução/realização do projeto.


·    SN: Quais foram as suas contribuições na realização do Projeto SEAR?
Bacury: Na primeira edição do Projeto SEAR, era uma experiência nova para todos do curso de Secretariado Executivo. A turma de 2010, da qual faço parte, ficou responsável pelo cerimonial, onde fez a abertura e o encerramento no Distrito de Lourenço (Município de Calçoene). Atuei, naquela oportunidade, além de coordenador do cerimonial, como Mestre de Cerimônia. Da segunda (edição) em diante, fui facilitando oficinas, como: noções de segurança no trabalho, inglês e também noções de turismo receptivo (4º edição).

·    SN:  Como surgiu o SEAR News dentro do Projeto?
Bacury: Inicialmente, tivemos necessidade de registrar o projeto, um arquivo com todos os registros fotográficos (em imagens, áudio e vídeos). Na terceira (edição), o Professor Luizel Simões, coordenador geral, colocou a turma de 2010 para fazer essa cobertura do evento. Eu e os/as colegas sentamos e conversamos para saber como faríamos esse trabalho, daí, nesses encontros, surgiu (nasceu) o SEAR News, que é um recurso auxiliar (e se tornou indispensável) do, agora Programa, SEAR. Foi aí que atuei, além de facilitador, como repórter externo da nova modalidade de  ação no projeto. O SEAR News é responsável por registrar todos os momentos: da preparação, da viajem, o blog, e das execuções das atividades na/s escola/s e na comunidade. Na 4ª edição, em Gurupora, tivemos a grata participação de vocês, amigos/as de Jornalismo que, só têm contribuído para o fortalecimento do nosso SEAR News.

·    SN:  Qual a importância do Programa SEAR para você?
Bacury: A importância do Programa SEAR para nós acadêmicos de Secretariado, e também para vocês que são AMIGOS/AS, é o crescimento pessoal. O Pro-SEAR ajuda a amadurecer, a enriquecer nossa gama de conhecimento profissional, pessoal e social. O contato com outras pessoas, apesar de ser no mesmo Estado, mas com outra visão de mundo, nos ajuda a crescer como ser humano. É muito importante! Pra mim, especialmente, o SEAR abriu muitas portas, além da universidade. Tive muitas oportunidades, pude ser avaliado de outra forma.

·    SN: O que o Pro-SEAR oferece ao acadêmico de Secretariado executivo?
Bacury: O Programa SEAR oferece uma prática de tudo aquilo que ele aprendeu, e apreendeu, dentro da sala de aula, como: atendimento, prestação de serviço, prática em eventos, e etc.. E ainda, como levar a imagem da universidade e do curso às comunidades e aos comunitários distantes da nossa capital. Os alunos têm a visão de fazer a diferença nos minicursos, nas oficinas, nas palestras, na programação, enfim.

·    SN: Você recorda de algum momento marcante durante uma das viagens do projeto?
Bacury: O que marca nessas viagens é a força de vontade das pessoas que participam das ações, muitas andam quilômetros para chegar à escola e participar das atividades. Muitas vezes, por morarmos na capital do Estado, acabamos tendo o costume de buscar coisas fáceis, e quando vamos para o interior, percebemos o que é força de vontade. Vemos exemplos de vida. Na verdade, o que mais emociona é ver a comunidade agradecer, ver aquele aluno que participou de uma atividade (oficina por exemplo), e chegar contigo e dizer: "muito obrigado professor, eu aprendi!". Ninguém pode apagar, das nossas lembranças, a emoção que sentimos em um momento assim.

SEAR em Gurupora
Bacury, também autor intelectual do SEAR Kids. Fonte: SEAR News


Bacury, colaborando com as facilitadoras do SEAR Kids, 4ª edição, em Gurupora
Nós, Searian@s, alunos/as de secretariado e amigos/as, temos que assumir, de vez, a responsabilidade de cuidarmos para que o Pro-SEAR seja, efetivamente, uma realidade em nossa Universidade. Devemos ter em mente que, mais do que uma atividade acadêmica, às vezes até obrigatória, ele é uma oportunidade ímpar para o nosso amadurecimento como SERES HUMANOS!

Vem para o SEAR você também!! Vem fazer acontecer!!

Comente e compartilhe!

Até a próxima.

0 Comments:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós. Contribua em nossos artigos com sua opinião, crítica ou sugestão. Este site não aceita comentários de anônimos. Lembrando que os comentários são moderados. Obrigada!

 
© Site do Pro-SEAR - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: L.S.d.B..
imagem-logo